domingo, 7 de setembro de 2014

Com salários atrasados, rodoviários de 9 regiões do DF fazem paralisação

Pioneira diz que não recebeu repasse do GDF e negocia com rodoviários.
Sindicato vai se reunir na segunda para decidir se retoma atividades.


Rodoviários da Viação Pioneira iniciaram na madrugada deste sábado (6) uma paralisação para cobrar o pagamento do auxílio refeição e dos salários do mês de agosto, que deveriam ter sido depositados nesta sexta (5). A empresa atende as regiões do Gama, Santa Maria, São Sebastião, Paranoá, Itapoã, Jardim Botânico, Lago Sul, Park Way e Candangolândia, além do Expresso DF, que também está parado.
Segundo o secretário de imprensa do Sindicato dos Rodoviários, João Jesus de Oliveira, 3 mil funcionários cruzaram os braços e 640 ônibus estão fora de circulação. De acordo com a Pioneira, o pagamento não foi feito porque o GDF não fez o repasse para a empresa.
Pela manhã, empresa e sindicato se reuniram para tentar um acordo para que os rodoviários voltassem a trabalhar ainda neste sábado. A Pioneira informou que ofereceu pagar o tíquete-refeição ainda neste sábado e o salário até às 14h de segunda-feira. O sindicato, no entanto, não aceitou a proposta e informou que vai fazer uma assembleia na madrugada de segunda para decidir se retoma o trabalho pela manhã ou somente após o pagamento.
Bacias de transporte público
O sistema de transporte público do DF foi dividido em cinco bacias. A primeira delas é de responsabilidade da Viação Piracicabana e atende o Plano Piloto, Sobradinho, Planaltina, Cruzeiro, Sobradinho II, Lago Norte, Sudoeste/Octogonal, Varjão e Fercal.
A bacia 2 conta com 640 ônibus e atende Gama, Paranoá, Santa Maria, São Sebastião, Candangolândia, Lago Sul, Jardim Botânico, Itapoã e parte do Park Way. A bacia 3 tem uma frota de 483 ônibus e atende Núcleo Bandeirante, Samambaia, Recanto das Emas, Riacho Fundo I e Riacho Fundo II.
A  bacia 4 conta com 464 veículos, que atendem parte de Taguatinga, Ceilândia, Guará, Águas Claras e parte do Park Way. A bacia 5 é responsável por Brazlândia, Ceilândia, SIA, SCIA, Vicente Pires e parte de Taguatinga e terá 576 coletivos.

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Ônibus tomba na BR-020 e deixa 57 feridos, dois em estado grave no DF

Acidente ocorreu na altura da quadra 16, em Sobradinho, sentido Plano.
Testemunhas dizem que veículo deslizou; pista foi fechada por duas horas.

Do G1 DF
Um ônibus da empresa Piracicabana tombou na BR-020, na altura da quadra 16 de Sobradinho, no Distrito Federal, na tarde desta quarta-feira (3). Segundo o Corpo de Bombeiros, 57 pessoas se feriram, duas delas em estado grave. A pista foi interditada no sentido Plano Piloto durante duas horas.
Bombeiros socorrem vítima de acidente na BR-020; GDF diz que 34 pessoas tiveram ferimentos leves (Foto: Isabella Formiga/G1)Bombeiros socorrem vítima de acidente na BR-020
(Foto: Isabella Formiga/G1)
Um dos feridos foi levado de helicóptero para o Hospital de Base, segundo a Secretaria de Segurança Pública. Ele foi transportado consciente e com quadro estável. Outros feridos foram levados para os hospitais da Asa Norte, Sobradinho, Planaltina e Paranoá, de acordo com a Secretaria de Saúde.

O acidente aconteceu por volta das 13h. A pista foi liberada às 15h. O trânsito ficou congestionado no sentido Plano Piloto durante o período em que a pista foi interditada.

Testemunhas disseram que o veículo vinha no sentido W3, quando deslizou na pista e tombou no momento em que o motorista tentou frear. Pelo menos seis ambulâncias e o helicóptero dos bombeiros foram enviados para o local. Não há relatos de pessoas com ferimentos graves, segundo a Secretaria de Segurança Pública.

"Fizemos o transporte de 57 vítimas, duas em estado mais grave, oito em estado mediano, que requer atendimento médico mais preciso, e as demais vítimas apenas com escoriações", afirma o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros Luciano Guimarães.

Segundo Guimarães, os próprios passageiros providenciaram a saída do veículo, após a retirada do para-brisa ou pelas saídas do ônibus. “Pelo que deu a entender, o motivo causador aqui foi a primeira chuva, e possivelmente o ônibus veio a desgovernar e no que ele foi frear, reduzir a velocidade, o ônibus escorregou na pista. Até serve de alerta para a população atentar para seus veículos na chuva porque o asfalto está bastante sujo e bastante escorregadio", disse.

O estudante Vitor Lopes diz que ia para o estágio depois da aula quando o ônibus deslizou e tombou. "Estava sentado na janela. Só vi o pessoal caindo em cima de mim. Eu não me machuquei muito, mas tem muita gente ferida", diz. A mãe dele saiu do trabalho para ir ao encontro do filho , que estava muito nervoso.

O gerente do posto de combustíveis em frente ao local do acidente, Paulo Cesar, disse que ouviu o barulho e correu para socorrer as vítimas, na companhia de frentistas do estabelecimento. "Eles estavam muito desesperados, todo mundo em pânico. Mas só dois ficaram muito feridos."
Ônibus tombado na BR-020; bombeiros fazem atendimento às margens da rodovia (Foto: Isabella Formiga/G1)Ônibus tombado na BR-020; bombeiros fazem atendimento às margens da rodovia (Foto: Isabella Formiga/G1)

terça-feira, 12 de agosto de 2014

Mesmo sem acordo, rodoviários de duas regiões do DF voltam ao serviço

Cerca de 70 mil usuários de São Sebastião e Paranoá foram afetados. 
Viação Pioneira não paga o auxílio-saúde desde janeiro, diz sindicato.




Após três horas de paralisação na manhã desta terça-feira (12), motoristas e cobradores que trabalham em São Sebastião e Paranoá, no Distrito Federal, decidiram retomar os serviços. A categoria chegou a se reunir mais cedo com representantes da Viação Pioneira para discutir o pagamento do plano de saúde, que estaria atrasado desde janeiro, mas não houve acordo. O Sindicato dos Rodoviários disse que decidiu suspender a greve para não prejudicar mais a população.

Cerca de 180 rodoviários cruzaram os braços por volta das 8h40, reivindicando o pagamento do auxílio-saúde. De acordo com o DFTrans, 70 mil usuários das duas regiões foram atingidos com o ato. Segundo o presidente interino do sindicato, Jorge Farias, durante a tarde desta terça a paralisação deve atingir outra região do DF. A Viação Pioneira disse ao G1 que permanece em negociação com os funcionários.

Nesta segunda-feira (11), os funcionários da Viação Pioneira que atendem as linhas em Santa Maria também paralisaram as atividades por falta do pagamento do auxílio-saúde. De acordo com o sistema de Bacias, a empresa ainda atende as regiões do Itapoã, Paranoá, Jardim Botânico, Lago Sul, Candangolândia, Park Way e Gama, com uma frota de 640 ônibus.